Com a tecnologia de SEO existe uma relação significativa literal, e este fator leva em conta o significado ou a intenção de pesquisa do usuário.

Estes dados não podem ser ignorados se você quiser aumentar a sua campanha de SEO ao máximo e criar ainda mais tráfego mais orgânico.

Você pode pensar que essa relação seja um pouco difícil de fazer no começo.

Bem-vindo ao clube.

A dinâmica da semântica nos resultados de SEO e o que sabemos sobre as palavras-chave e intenções de busca do usuário agora é guiada pela Inteligencia Artificial (AI). Você tem todo o direito de estar confuso e esta no lugar certo se esta procurando respostas. O verdadeiro crescimento através do Marketing na Internet, começa com uma compreensão de como ele funciona.

O desenvolvimento da Semântica Web da aos motores de busca um novo significado.

Vamos ver o que o dicionário Webster diz sobre isso.

semântica:

“1: o estudo dos significados:. Estudo histórico e psicológico das mudanças em palavras ou formas que são considerados como fatores de desenvolvimento da linguagem”

“3: o significado ou relacionamento dos significados de um sinal ou conjunto de sinais; especialmente: significado conotativo.”

Estas definições nos leva ao fato do que o Google fez no verão de 2013.

O Tita dos Motores de Busca, lançou o seu algoritmo Hummingbird, exatamente devido a existência da Semântica Web. Muitos esquemas que webmasters utilizavam para maximizar o uso de palavras chave quase que imediatamente perderam seus rankings. Agora que os motores de busca entendem o conteúdo e pesquisa do usuário com base em intenções. Palavras chave exatas passam a ser um fator de menor relevância.

Vamos entender por que a tecnologia web pode fazer isso sem ter um cérebro humano.

Uma olhada no gráfico de conhecimento

O Knowledge Graph (Gráfico de Conhecimento) é um recurso do Google que integra uma gama completa de dados.

Este gráfico está tentando organizar a informação, mas não só na maneira de rastreamento. O rastreamento de um conteúdo ocorre quando o mesmo sofre atualizacoes.

Ao invés de apenas rastrear atualizações, o Gráfico de Conhecimento organiza conceitos e temas de acordo com a pesquisa realizada.

Pense em termos dos presidentes dos Estados Unidos.

A organização dos presidentes norte-americanos permite aos motores de busca encontrar dados que estes possuam em comum.

Este seria um mapa dos Estados Unidos, um ano eleitoral e mandato de quatro anos. Este é um exemplo, mas temos arquitetura histórica, obras de arte famosas e pratos populares, que podem também ser classificados e organizados.

gráfico-de-conhecimento-presidentes-us

O surgimento desta organização na base da programação conhecida – é o primeiro passo para entender como a semântica pode expandir devido à compreensão limitada da tecnologia de busca.

– Veja a patente do Google que diz respeito a entidades

Em abril de 2018, foi concedida ao Google, uma patente para entidades, que ele usa para descrever as relações entre as coisas dentro do conhecimento de sua programação. A chave para que o Google consiga utilizar a patente para entidades esta em pré-armazenar o seu próprio banco de dados. Cada entidade tem uma série de fatores, e estes tornam-se a base de como a semântica do Google funciona.

Os atributos dados a entidades incluem a essência da entidade, o identificador fornecido por este fato particular, na hierarquia da Google, nome da chave de linha e identificador numérico.

Esses fatores são atribuídos a entidades, para determinar algumas das idéias que podem vir a ser a pesquisa de usuários.

Especialmente porque a tecnologia web conecta a forma como usamos a linguagem, e por isso, mais rapidamente ele pode dar uma resposta apropriada.

– Pessoas, lugares e coisas

Os indivíduos também podem ser classificados como pessoas, lugares e coisas. Isto requer que os motores de busca sejam carregados com uma grande quantidade de conhecimento para pesquisa do usuário. Estes dados, no entanto, deve receber vários atributos que permitem que a tecnologia possa encontrar as relações de palavras chave e estabelecer uma definição predeterminada.

Por que isso é importante?

O problema da tecnologia esta no entendimento vernáculo das pessoas em suas nuances. Tais nuances surgem quando, por exemplo, dizemos: “Cada macaco no seu galho.” é importante que a semântica entenda que essas é outra maneira de dizer que cada um deve cuidar da sua própria vida (cada um com os seus devidos problemas e afazeres). E que na grande maioria das vezes não esta relacionado a macacos ou arvores.

São estas complicações que surgem quando a tecnologia dos motores de busca se limitam a entender um termo de pesquisa (query), associando apenas palavra a palavra. Vemos que a mesma complicação surge quando consideramos como usar um jogo de palavras.

Usando Schema, Metadados, Títulos e Subtítulos

Existem várias maneiras de usar a semântica a seu favor.

Seu primeiro passo é otimizar o conteúdo ou site com informações precisas que podem ser processadas pela tradução literal direta. É claro que existem limitações em tecnologias de Internet. Você pode ajudar com várias opções populares:

Rich snippets:

Fragmentos – o resultado do uso correto do esquema de particionamento, que permite que você envie aos motores de busca mais informações sobre o seu conteúdo, sobre quem ele é, o que ele cobre e com qual profundidade ele aborda o tema.

Os rich snippets aparecem nas páginas de resultados de pesquisas (SERPs), na forma de conteúdo extraído de uma página que tem a resposta para a sua pergunta na pesquisa.

Este processo pode ser feito através de títulos formatados em perguntas, e depois respondendo completamente a cada pergunta com dados em profundidade. Os motores de busca pode levar esses dados e dar um fragmento ao leitor que não precisa acessar a página, para obter uma resposta.

Conteúdo:

Obtenção de máxima utilização da semântica também pode ser feito através do conteúdo. Isso requer que você aborde o tema de todos os ângulos e escreva conteúdos mais longos, não curtos. E lembre-se de não deixar nenhuma duvida ou confusão sobre o tema.

Lembre-se que os motores de busca ainda são limitados, embora agora eles estão trabalhando em tecnologias avançadas. Ajude a tecnologia, limitando a frase que pode significar várias coisas, ou seja, sendo direto e conciso.

Você quer que seu conteúdo interaja com entidades que já estão estabelecidas na pesquisa.

Isso permite que seu conteúdo seja rastreado e imediatamente identificado sem nenhuma ambiguidade.

Entendendo o termo de pesquisa

Web Semântica vai além de tomar decisões sobre como usar. Neste ponto, o mundo está ganhando uma variedade de idéias e conceitos nos motores de busca. A inteligência artificial permite que ele se torne a base para a busca de formação em informática. existem dois AI categorias de programação como aprendizado de máquina e aprendizagem profunda.

Possui educação ambiental, que tomam um evento, armazena os dados e, em seguida, fazer ajustes para eles. Isso ocorre como a tendência de alguns dos temas, enquanto outros recebem menos atenção. O objetivo final da tecnologia dos motores de busca – dar ao usuário algo útil, independentemente da semântica e entidades.

Aqui estão alguns fatores que você deve considerar usando isso como uma web semântica analisa o conteúdo.

Hábitos:

Alguns internautas gastam uma média de 10 minutos por página, independentemente de como ele é atraente. Outros passam de três a 20 minutos. Isso deixa comportamento traços que pode pegar e usar para testar as intenções de pé para as seguintes consultas de pesquisa.

Histórico de pesquisa:

tecnologia Web procura padrões e tendências. Então ele vai fazer sugestões quando você usa o Google Chrome ou conta. tarefa humana semântica diminui se as tecnologias web têm uma longa história de que um determinado usuário está procurando.

Conclusão

Existem muitas coisas a se pensar e levar em conta quando estamos criando a campanha de SEO perfeita. Seu conteúdo deve levar em conta como a semântica funciona para que possa aproveita-la ao máximo. Tenha sempre em mente que o que entendemos como algo irônico e engraçadinho pode ser difícil de ser processado e renderizado pelos motores de busca.

A atualização de 2013 trouxe uma época especial para os motores de busca, mas ainda existem algumas limitações. E você pode superar esses limites, conhecendo os seus leitores. Crie conteúdo que fala com eles, e, em seguida, as perguntas que eles fizer vão dar match com seus conteúdos. Use títulos e subtítulos para preencher as lacunas da tecnologia web.

Agora há tráfego on-line e você pode obtê-lo entendendo a semântica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *